Blog

12/02/2019 - Orgânicos

COLESTEROL E ALIMENTAÇÃO

1549988489_iaracolesterol2.png

COLESTEROL E ALIMENTAÇÃO

“O colesterol é como o amor-próprio: todos nós o criticamos, mas a verdade é que não sobrevivemos sem ele”.

Bem diferente do que muitos pensam, o COLESTEROL é nada menos do que ESSENCIAL para a vida. É usado para sintetizar diversos HORMÔNIOS que constroem o equilíbrio de nossa saúde, como o estrogênio, a progesterona, a testosterona… É também o colesterol que interage com os raios do sol para criar a tão essencial VITAMINA D, um pró-hormônio responsável por regular mais de 2000 funções do corpo, incluindo a imunidade, a fixação de cálcio nos ossos e a saúde do seu cérebro de forma geral (pois o constitui de forma livre em 25%), sua maior parte circulante é produzido pelo fígado. O organismo também usa o colesterol como uma espécie de bálsamo para reparar fissuras e abrasões nas paredes arteriais e outros tecidos.
Tão fundamental é o colesterol que o seu corpo produz de 80-90% do que precisa. Na verdade, o colesterol ingerido através da alimentação tem um impacto muito pequeno sobre os níveis de colesterol sanguíneo (10 a 20% são proveniente da dieta). As pesquisas mais atuais e conclusivas revolucionaram o conhecimento nesta área, e indicam que muito daquilo que pensamos sobre o colesterol está simplesmente ERRADO, ou seja, não existe colesterol bom ou ruim - tanto o HDL quanto o LDL tem suas funções INDISPENSÁVEIS para à saúde de nosso organismo.
O LDL transporta o colesterol fabricado no fígado para o resto do corpo e diversos tecidos. Por estar levando colesterol produzido no fígado para o sangue, o LDL ficou conhecido como “nocivo”, além disso, uma parcela do LDL está mais suscetível à oxidação e glicação, que realmente o torna prejudicial.
O HDL transporta o colesterol dos tecidos para o fígado, pelo fato de se direcionar para o fígado para ser reciclado ou excretado, o HDL foi considerado “benéfico”, já que estaria retirando o colesterol do sangue.
A elevação de GLICOSE no sangue, causada pelo excesso de açúcar e carboidratos, e a atuação de radicais livres, muitas vezes provenientes dos ÓLEOS VEGETAIS REFINADOS, geram essas alterações. São estas partículas ALTERADAS de colesterol LDL, junto com os TRIGLICERÍDEOS, que podem se depositar nas artérias. Lembrando que os triglicérides (ou triglicerídeos) são produzidos no fígado em resposta principalmente ao consumo de CARBOIDRATOS e, quando em excesso, começam a se depositar na forma de tecido adiposo e podem ser depositados nas artérias. Os triglicérides altos são uma indicação clara de que algo não está bem e que mudanças precisam ser feitas .
Sabendo disso, fica claro que não precisamos evitar alimentos com colesterol, alimentos que frequentemente são RICOS EM NUTRIENTES E GORDURAS. Mas será que ainda assim é bom evitar as gorduras saturadas, como manteiga e óleo de coco e preferir os óleos vegetais, como de soja e canola? Primeiramente, é preciso entender que ao fazer isso estaríamos trocando gorduras tradicionais utilizadas pelos seres humanos há milênios, inclusive por populações com taxas de doenças cardiovasculares de quase zero e ausência de doenças crônicas, por óleos industriais, de uso recente. Acho que hoje em dia, todos sabem o poder da indústria e do marketing. Foi com esse poder que os óleos vegetais de espalharam, e não por motivos de saúde. Esses óleos, junto com o excesso de açúcar, que são de fato responsáveis pelas epidemias de doenças crônicas e cardíacas que assombram o mundo moderno. Os óleos vegetais já estão oxidados nas garrafas e causam estresse oxidativo no corpo, o que propicia diversos problemas de saúde, inclusive o câncer. Além disso, estes óleos contêm excesso de ômega 6, que leva a processos inflamatórios, também conectados a diversas doenças.
De modo geral podemos dizer que parte das doenças ocasionadas pelo colesterol alto são CONSEQUÊNCIAS DE HÁBITOS NÃO SAUDÁVEIS, como o consumo de alimentos com excesso de açúcar, sal, o sedentarismo, o tabagismo e a grande quantidade de ingestão de álcool.
Observe que, de modo geral, o valor um pouco alto de colesterol total não é motivo de preocupação, podendo até mesmo apontar boa saúde (dependendo dos outros elementos que complementam a leitura do exame), e valores muito baixos podem indicar diversos problemas que consequentemente estariam relacionados à falta de saúde.
A quantidade de TRIGLICÉRIDES e as RELAÇÕES entre os diversos níveis indicam a qualidade do LDL e fornecem informações mais consistentes sobre a saúde. Portanto, um dos principais fatores de risco são os triglicérides altos, que acabam determinando a qualidade do colesterol presente.
Uma dieta equilibrada e um estilo de vida ativo normalmente já são o suficiente para que seus exames apresentem os valores e as relações que indicam uma ótima qualidade de vida saudável.
Uma dieta verdadeiramente saudável se baseia em ALIMENTOS NATURAIS, se aproximando do que o ser humano sempre consumiu integrado ao ecossistema e que nossa fisiologia e metabolismo estão adaptados e programados para gerar saúde e bem-estar. Uma alimentação baseada em comida de verdade, em alimentos que sempre foram encontrados na Natureza e que, quando processados, preservam ou concentram o que há de melhor em sua composição. Priorizando estes elementos e evitando o excesso de carboidratos, óleos vegetais refinados, produtos industrializados e substâncias estranhas ao organismo, como os diversos aditivos artificiais, você estará no caminho de sua mais árdua conquista – SAÚDE, e os seus exames vão mostrar isso.


* Texto da Nutricionista Iara Marcondes Blanco, autora da página Sem Restrições
* Escolha uma alimentação natural e saudável, vem pra Orgânicos São Carlos!!
R. Oscar de Souza Geribelo, 253 - Sta. Paula - 3116-1988 / 98103-4829

RUA Oscar de Souza Geribelo, 253, Santa Paula (Próximo ao Kartódromo) São Carlos - SP - Tel: (16) 3116-1988 / 9 8188-5650

Segunda a Sexta das 9h às 19h e aos Sábados das 9h às 14h