Blog

11/09/2018 - Orgânicos

ALIMENTAÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA - BEBÊS

1536926405_iarabebes.png

ALIMENTAÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA - BEBÊS

Já falamos aqui da importância da boa alimentação durante a gestação! Mas e quando se trata de crianças?! Ou dos filhos?! O assunto é ainda mais sério!!! Os cuidados são redobrados pelo simples fato em querê-los bem, bem alimentados e saudáveis, ou seja, bem munidos de nutrientes, o melhor suporte para viver!
Não é novidade que verduras, legumes e frutas são essenciais para a saúde, e para as crianças passa a ser ainda mais necessários, pois oferecem vitaminas e sais minerais que promovem maior e melhor crescimento e desenvolvimento infantil.
Quando a família tem o hábito de consumir alimentos naturais, ou seja, comida de verdade, é bem intrigante a forma gradativa do interesse desses pequenos, eles mesmos começam não apenas a notar a presença, mas também a cobrar uma mesa farta em cores e nutrientes.
Educação alimentar começa de berço! E é isso mesmo, crianças bem criadas “nutricionalmente” sabem bem diferenciar o que lhes faz mal e o que lhes faz bem, resta aos responsáveis direcionar suas aptidões alimentares de acordo com a rotina e eventos que participam.
Um bebê em processo de desmame, larga do melhor alimento que lhe foi apresentado (aquele feito nas medidas nutricionais exatas para ele – leite materno) para se aventurar em degustar outros sabores, nunca reconhecerá uma necessidade por algo mais doce ou algo mais salgado se não lhe for apresentado. Por isso, mamãe, não se cobre por oferecer algo que julga sem sabor, pois as papilas dos bebês são muito primitivas e isentas de qualquer necessidade além de um bom alimento que lhe forneça nutrientes. Isso vale para a papa salgada e também a doce. Se preocupe sim, em não apenas fazer uma deliciosa papa, mas em como prepara-la, aquela em que se mantém boa parte das vitaminas e mineras prontos para serem bem trabalhados por dentro do organismo do seu pequeno. Não há necessidade de exageros, seja ele sal, açúcar, e muito menos ainda os famosos realçadores de sabor e cor que, em outras palavras, acabam com qualquer sensibilidade gustativa.
Esteja certo de que o que lhe oferecer tem sim que ser de um ótimo potencial, pois afinal estará gradativamente substituindo algo de muito valor nutricional. Aí sim surge o interesse de se ofertar aquilo para que somos criados, algo natural, algo isento de substâncias nocivas para a saúde, alimentos de verdade, alimentos orgânicos. No entanto, a importância dos alimentos orgânicos para crianças vai muito além da sua ausência de agrotóxicos.
Já foi comprovado em alguns estudos científicos que vegetais orgânicos apresentam níveis muito baixos de pesticidas e também oferecem uma maior quantidade de nutrientes ao organismo, pois os alimentos orgânicos são preparados com ingredientes que foram plantados e cuidados de forma natural, sem a utilização de agrotóxicos nem conservantes, substâncias que podem favorecer o aparecimento de alergias, problemas intestinais ou até mesmo intoxicações alimentares.
O alimento orgânico contém maior quantidade de nutrientes bioativos, como os minerais e as vitaminas, e também de fibras, que melhoram a digestão e o trânsito intestinal, além de toda a contribuição que, de modo geral, favorece o funcionamento do organismo como um todo, em seu melhor substrato energético e construtor.
Isso é essencial durante a primeira infância, onde ocorre a maior parte do desenvolvimento cerebral, processo que necessita de uma maior variedade de nutrientes, a matéria prima para formar a conexão entre os neurônios e estabelecer as funções cognitivas, onde todo estímulo se inicia.
Além dos benefícios à saúde, o consumo de alimentos orgânicos colabora com a diminuição do impacto negativo que a agricultura convencional provoca no meio ambiente, pois preserva a fertilidade da terra e o ciclo das águas, colaborando também com a manutenção das condições climáticas e ambientais de uma forma geral.
Pode parecer até exagero, mas a lista de moléstias causadas pelos agrotóxicos é simplesmente gigantesca — para não falar em mais do que grave! Muitos são os efeitos negativos, tanto para o meio ambiente (afinal, o uso desses perigosos compostos sintéticos pode contaminar e causar prejuízos para o solo, para as águas e até mesmo para o ar) quanto para as pessoas, dos trabalhadores aos moradores locais e consumidores. Nos seres humanos, alguns dos primeiros sinais de intoxicação podem se caracterizar por alergias e coceiras nos olhos e na pele, tanto do rosto quanto no corpo. Outros possíveis sintomas que costumam chamar atenção são cólicas, vômitos, diarreia, desconforto abdominal e, nos casos mais graves e avançados, convulsões. Em alguns casos, as intoxicações podem até mesmo levar à morte. Caso a exposição aos agrotóxicos seja prolongada, o quadro pode gerar um problema crônico, o que pode levar, dentre outras coisas, à infertilidade, impotência, desregulação hormonal e possíveis abortos no caso de mulheres grávidas expostas às substâncias nocivas. Mas a coisa não para por aí: alguns estudos já sugerem conexões entre os venenos agrícolas e alguns casos de câncer (como os de mama, próstata e pulmão) e distúrbios do sistema nervoso central. Rins, coração e intestino também podem ser afetados, a depender dos químicos utilizados na composição do agrotóxico em questão.
Apostar nos orgânicos é uma forma eficaz de enfrentar esse problema e se opor ao domínio massivo dos agrotóxicos, especialmente aqui no Brasil, um país que, como visto, lidera o ranking de maior consumidor desses verdadeiros venenos agrícolas.
Cuidar da alimentação e prestar atenção nos detalhes, de modo a fazer escolhas conscientes para você, para aquele que gerou e principalmente aquele que depende de ti para ser bem nutrido!
Condicionar nossos filhotes para desenvolver uma boa saúde e uma ótima vitalidade depende sim de nossas escolhas bem trabalhadas e equilibradas não apenas nas papas mas no bom sabor da originalidade!
* Texto da Nutricionista Iara Marcondes Blanco, nutricionista clínica e autora da página Sem Restrições
* Vem pra Orgânicos São Carlos que aqui tem tudo pra você preparar uma papinha super saudável de verdade!!

RUA Oscar de Souza Geribelo, 253, Santa Paula (Próximo ao Kartódromo) São Carlos - SP - Tel: (16) 3116-1988 / 9 8188-5650

Segunda a Sexta das 9h às 19h e aos Sábados das 9h às 14h