Blog

20/06/2018 - Orgânicos

Ovo

1529690659_iaraovo.png

OVO

O ovo é tão nutritivo que muitas vezes é chamado de “superalimento”, rico em nutrientes que contribuem de forma espetacular na prevenção de doenças. É essencial conhecer os benefícios do ovo, um alimento natural que tem suas justificativas para nunca vir a faltar em seu plano alimentar.
Ele contém pequenas quantidades de quase todas as vitaminas e minerais exigidos pelo corpo humano, incluindo cálcio, ferro, potássio, zinco, manganês, vitamina E, folato e muitos mais. Um ovo grande contém 77 calorias, com 6 gramas de proteína de qualidade, 5 gramas de gordura e traços de carboidratos.
Um dos benefícios do ovo é ele ser rico em proteínas. As proteínas são os principais blocos de construção do corpo, e servem tanto para fins estruturais como funcionais. A proteína também auxilia na perda de peso e ganho de massa. Elas consistem em aminoácidos que estão ligados entre si. Existem cerca de 21 aminoácidos que o corpo usa para construir suas proteínas. Nosso corpo não pode produzir 9 destes aminoácidos, que são considerados como “essenciais” e devem ser obtidos a partir da dieta. A qualidade de uma fonte de proteína é determinada pelas suas quantidades relativas desses aminoácidos essenciais. Uma boa fonte de proteína é aquela que contenha todos eles nas proporções certas, e o ovo está entre as melhores delas.
O ovo é também excelente fonte de colina, que atua na quebra da homocisteína, aminoácido do sangue associado com o aumento do risco de doenças do coração. A colina é um nutriente menos conhecido, mas que é frequentemente agrupado entre as vitaminas do complexo B. Trata-se de um nutriente essencial para a saúde humana, necessário para vários processos no organismo, e de extrema importância para a prevenção de anomalias fetais. Um baixo consumo de colina é relacionado a doenças do fígado, doenças cardiovasculares e distúrbios neurológicos. Dois ovos provêm cerca de 250 miligramas de colina, ou seja, metade da necessidade diária para uma mulher gestante ou amamentando. A colina também é muito importante para a função cerebral em adultos, mantendo a estrutura das membranas celulares. É componente chave para a neurotransmissão, que é responsável por transmitir as “mensagens” do cérebro através dos nervos para os músculos.
Além da colina, as proteínas do ovo são de alta qualidade e contribuem para a sensação de saciedade prolongada, ajudam a manter a energia do organismo e cooperam na produção de força muscular, ajudando a prevenir a perda de massa muscular, principalmente em pessoas idosas.
Existem também dois antioxidantes nos ovos, que podem ter poderosos efeitos protetores para a saúde ocular. Eles são chamados de luteína e zeaxantina, ambos encontrados na gema. Estes antioxidantes reduzem significativamente o risco de degeneração macular e catarata, que estão entre as principais causas de deficiência visual e cegueira nos idosos.
Outros benefícios comprovados em estudos relatam sua positividade no controle ou redução do peso corporal. De pouco carboidrato em sua composição nutricional, são considerados “low carb”, podendo contribuir na redução de peso corporal acompanhado da redução na taxa de gordura, diminuição de circunferências e também aumento de saciedade.
Um estudo desenvolvido no “Medical Science Monitor” demonstrou que o consumo de um ou mais ovos por dia não aumentou o risco de doenças do coração ou infarto entre adultos saudáveis, e que o consumo de ovos pode estar relacionado com a redução da pressão sanguínea. Os pesquisadores concluíram que a recomendação genérica para limitar o consumo do ovo indica uma certa distorção, principalmente quando as contribuições nutricionais do ovo são consideradas, ou seja, ela se difere por suas características nutricionais de origem. Entre suas diferenças, podemos apontar que o natural sempre tende a ser mais rico em termos nutricionais comparados com os mais industrializados. Seguem algumas dicas para não mais nos confundirem, aproveitando o que o ovo tem de melhor!
Em relação a casca: A cor da casca do ovo tem relação apenas com a genética da raça da galinha que o botou. Basicamente, galinhas de penas brancas botam ovos brancos e galinhas de penas vermelhas botam ovos vermelhos (marrons, na verdade). Até aqui não há nenhuma diferença entre os valores nutricionais dos ovos.
Ovos de “granja” são produzidos num esquema de produção industrial, em que as galinhas ficam confinadas e comem sem parar, sem sequer se mexer dentro da gaiola e tendo como único objetivo colocar ovos. Desse tipo de criação também vêm ovos enriquecidos, vitaminados e light (que inclusive são variedades questionadas por muitos nutricionistas). Eles são resultado de uma alimentação diferenciada das aves e nada têm a ver com o bem-estar das galinhas.
Ovos caipiras também são chamados de “ovos tipo colonial” e “ovos de capoeira“. A alimentação nessas criações é toda de origem vegetal e sem pigmentação artificial (que é usada na ração para dar uma cor mais amarelona à gema). Os animais não podem tomar remédios que estimulem o crescimento e nem antibióticos. Bem, pelas condições em que as galinhas são criadas, no maior estilo “caipira”, nem hesito em preferir esses ovos aos de granja.
Ovos orgânicos são produzidos por galinhas que recebem uma alimentação 100% orgânica, ou seja, sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. Não é permitido também usar remédios para crescimento e nem antibióticos. Com essas restrições, o ovo orgânico vem isento de resíduos químicos. As galinhas são criadas em condições que prezam seu bem-estar e seu comportamento natural, bem ecologicamente correto. Neste sistema, por exemplo, é proibida a prática da debicagem e do confinamento em gaiolas. Estudos dizem que galinhas criadas assim, soltas, põem ovos com cerca de 4 vezes mais vitamina A do que os de granja.
Ainda, é importante ressaltar que os ovos apresentam diversos nutrientes e compostos bioativos, que contribuem com as nossas necessidades diárias. Portanto, seu consumo pode contribuir com muitos benefícios, sendo uma ótima estratégia nutricional, quando associado a uma alimentação saudável e individualizada.
* Texto da Nutricionista Iara Marcondes Blanco, autora da página Sem Restrições.
Aqui na Orgânicos São Carlos sempre tem ovos caipira e orgânicos fresquinhos!!!

RUA Oscar de Souza Geribelo, 253, Santa Paula (Próximo ao Kartódromo) São Carlos - SP - Tel: (16) 3116-1988 / 9 8188-5650

Segunda a Sexta das 9h às 19h e aos Sábados das 9h às 14h